Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

economia
Prefeitura recebe multa por erros em gestão passada e terá que regularizar vale-alimentação de servidores

Publicado em 13/10/2021 às 16:05 - Atualizado em 13/10/2021 às 16:10

Secretário de Administração, Finanças e Planejamento Urbano, Glauco Gazola Zanella, afirma que as obras, projetos e programas em curso não serão prejudicados Baixar Imagem

A Prefeitura de Capivari de Baixo recebeu, há poucos dias, uma multa no valor de R$ 2 milhões da Receita Federal, referentes a exercícios anteriores à atual gestão pela falta de tributação de vale-alimentação. O governo recorreu da decisão, mas já será obrigado, agora, a dispor do vale-alimentação (hoje no valor de R$ 400 por mês) em cartão, em vez de depositar em dinheiro junto ao salário de todos os servidores. Hoje, as dívidas somadas do município chegam a R$ 28 milhões.

 

O secretário de Administração, Finanças e Planejamento Urbano, Glauco Gazola Zanella, afirma que, mesmo com este valor de dívidas, as obras, projetos e programas em curso não serão prejudicados, e o crescimento notório do desenvolvimento da cidade termelétrica prossegue em bom ritmo, como organizado pela gestão desde o início do ano.

 

Glauco discorre que, embora existam débitos a serem executados com Receita Federal, Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA-SC) e a concessionária Tubarão Saneamento S.A. (a qual fornece água potável), tem uma perspectiva positiva sobre o balanço financeiro da Prefeitura. Assegura que, com o Programa de Eficiência Fiscal, Governo Digital e assessoria tributária especializada, implementados pelo prefeito Dr. Vicente Costa, o município não será acometido na qualidade de prestação de serviços à população e na execução dos projetos apresentados no plano de governo.

 

“Os fornecedores da administração são pagos até 30 dias, os salários no último dia do mês e, agora, está planejado o adiantamento da última metade do décimo terceiro, já que a outra foi depositada em junho”, lembra Zanella.

 

Glauco também enaltece a diária e intensa cobrança feita pelo chefe do Executivo sobre o equilíbrio econômico-financeiro, e elogia a dinâmica de trabalho da equipe sob o seu comando, os colegas secretários e a vice-prefeita Márcia Roberg Cargnin.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar