Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

social
Cras e Ceaca realizam ato de encerramento das oficinas de 2021

Publicado em 07/12/2021 às 17:59 - Atualizado em 07/12/2021 às 18:14

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Capivari de Baixo teve suas oficinas encerradas nesta terça-feira (7), em ato que reuniu a vice-prefeita Márcia Roberg Cargnin, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Luciano Buligon, dentre outras autoridades do município.

 

O Cras capivariense, coordenado pela assistente social Maira de Souza, oferece oficinas de yoga, karatê, dança e violão. O evento ocorreu no Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente (Ceaca), que atende um total de 210 crianças e adolescentes referenciados pela Secretaria de Assistência Social e da Família.

 

A titular da pasta, Samira Vargas Porto, participou da cerimônia e enalteceu o trabalho da sua equipe. “Apesar das dificuldades por ser um ano pandêmico e dos atendimentos remotos, conseguimos suprir as demandas, retomar o acolhimento presencial e, assim, reativar o fortalecimento de vínculos, que é o foco do serviço. Quero parabenizar os oficineiros pela dedicação. Tenho certeza que em 2022 iremos fomentar ainda mais a participação do Executivo junto às crianças e adolescentes, além de elevar a parceria com o Ceaca”, projeta.

 

A vice-prefeita resume a obrigação do poder público neste tipo de atuação social. “Feliz daquele município que tem um Ceaca. É um espaço espetacular! Aqui, as crianças e adolescentes, todos com algum tipo de vulnerabilidade socioeconômica, encontram carinho, amor, aprendizado, praticam esporte, aulas de músicas, têm alimentação saudável, são acompanhados por psicólogos e por vários outros profissionais”, elenca.

 

Resiliência

Luciano proferirá, ainda nesta terça, a Palestra Resiliência, no Centro de Convivência da Terceira Idade de Capivari de Baixo. Ele é autor do livro: “Chapecó e Medellín, Unidos para Sempre''. Ele era o prefeito da cidade do Oeste catarinense quando ocorreu o trágico acidente aéreo no dia 28 de novembro de 2016, no voo 2933 da companhia LaMia, saindo do Aeroporto Internacional Viru Viru, na Bolívia, com destino ao Aeroporto José María Córdova, na Colômbia, que caiu e deixou 71 mortos entgre jogadores, comissão técnica, jornalistas e tripulação.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar