Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

social
Creas retoma encontros com o Grupo de Mulheres Força Feminina

Publicado em 15/10/2021 às 18:14 - Atualizado em 15/10/2021 às 18:28

A Prefeitura de Capivari de Baixo, por meio da Secretaria de Assistência Social e da Família, retomou, na noite desta quinta-feira (14), os encontros do Grupo de Trabalho e Apoio a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica. São as primeiras reuniões presenciais desde o decreto de pandemia da Covid-19 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em março do ano passado.

 

O grupo é atendido por uma equipe multiprofissional do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). O local e os dias são omitidos para que se mantenha a segurança das integrantes, assim como suas identidades.

 

De acordo com Samira Vargas Porto, titular da pasta, esta é uma das principais ações no planejamento da Secretaria neste mês de outubro. “Nossa conversa foi aberta com psicóloga do Creas. Na próxima semana, ocorre um debate sobre Lei Maria da Penha, mediado pela advogada Patrícia Filetti, da Comissão de Combate à Violência Doméstica da OAB-SC”, destaca Samira.

 

No terceiro encontro, o tema abordado será sobre saúde. Uma profissional falará sobre a importância do autocuidado ou autoexames, e a Campanha Mundial Outubro Rosa também estará em pauta.

 

Neste momento, serão seis reuniões para as mulheres vítimas de violência no município, tudo com ampla privacidade e segurança às assistidas e acompanhamento contínuo da equipe do Creas.

 

São dez mulheres atualmente no grupo, intitulado de Força Feminina. Das 81 famílias hoje acompanhadas no Creas, sete são oriundas de violência doméstica.

 

“Nosso objetivo é estimular o processo de autoconhecimento, fortalecer a autoestima feminina, trabalhar os papéis que a mulher assume, conflitos e desafios enfrentados diariamente, utilizando uma série de técnicas e ferramentas”, resume a psicóloga e coordenadora do Creas de Capivari de Baixo, Saray Battistella.

 

Em suma, o grupo de mulheres é um espaço seguro de trocas de experiências de quem já vivenciou dilemas em comum. Forma-se, assim, uma rede de apoio e de fortalecimento, proporcionando-as cuidados da saúde mental de forma coletiva.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar